Olá!

O resenhado de hoje é uma reedição de um livro que me arrancou lágrimas e me deixou indignada com o final. Todo mundo que leu Nicholas Sparks sabe como ele idealiza seus personagens - e como ele escreve. Mas, esse livro é diferente de tudo o que eu li dele. É por isso que fiquei indignada. Vem chorar comigo com a resenha de Noites de Tormenta - que eu li em 2010 (ou 2011, não lembro) pela Novo Conceito, com o Richard Gere e a Diane Lane na capa. Agora, ele foi reeditado pela Arqueiro, com uma capa linda e com pessoas que não são famosas.
Rocky Monty, 2002: Noites de Tormenta nos apresenta Adrienne Willis, uma mulher que está para completar 60 anos e que tem uma vida bem monótona: separada (porque o marido a trocou por uma que tinha 10 anos a menos), ela trabalha meio período em uma biblioteca e cuida de seus três filhos Amanda, Matt e Dan. Todos têm suas próprias vidas, mas mães sempre serão mães, rs. Ela está preocupada com Amanda, que enviuvou há oito meses e, enclausurada em seu mundo, acabou largando de mão seus dois filhos pequenos. Então, Adrienne decide contar a Amanda uma história que aconteceu catorze anos atrás, quando ela foi para Rodanthe, na Carolina do Norte.

Rodanthe, 1988: Voltemos catorze anos no livro. A história propriamente dita começa quando o dr. Paul Flanner, depois de se separar de sua esposa, Martha, decide vender sua clínica e sua casa para ir ao encontro de Robert Torrelson, cuja esposa morreu após cirurgia realizada por Flanner. Vale lembrar que Flanner nasceu em família humilde e sempre colocou trabalho e estudos em primeiro lugar. Robert Torrelson mora em Rodanthe. Para chegar lá, o cirurgião alugou um quarto na pousada de Jean.

Porém, como Jean tinha um casamento para ir em outra cidade, pediu para que Adrienne cuidasse da pousada. Jean e Adrienne são amigas de longa data. Como Adrienne estava recém separada (só há três anos) e os filhos estavam na casa do pai, que mora em outra cidade, resolveu ajudar a amiga. Seria só cinco dias, não haveria problema. Quando ambos se conhecem, já na pousada, a atração é imediata (como em TODOS os livros do Sparks). Rodanthe está em época de tempestade, mas nada disso assusta o casal.

Adrienne e Paul se apaixonam, mas os cinco dias estão se esgotando. Ele vai para o Equador encontrar seu filho e ela precisa voltar para sua cidade (Rocky Monty) para cuidar de sua família. Eles juram amor eterno, trocam cartas e telefonemas. Ele prometeu a ela que se veriam de novo em um ano. Mas, dessa vez, o destino, na forma de Nicholas Sparks, pregou uma peça no casal.

Não tenho palavras para descrever esse livro. Lindo, maravilhoso, espetacular, delicado são bons adjetivos. Mas não servem. Essa história pode até parecer mais do mesmo (e é) mas tem algo na história que me deixou impressionada, pode ser a própria história, pode ser Paul Flanner, que, apesar de workaholic e pai ausente, é um cara de grande coração, (e é o Richard Gere no filme!) que se apaixonou por uma mulher recém-separada, que se sentia sozinha e solitária (sozinha e solitária têm sentidos diferentes, mesmo sendo sinônimos) com baixa auto-estima (foi traída) e que nunca era convidada pra sair (quem é doido de não chamar Diane Lane pra sair!?).

São duas pessoas maduras, com passados diferentes e dores semelhantes, que, aos se conhecerem, sentem que há uma conexão entre si. Como se tivessem que ter vivido o que viveram para que pudessem se encontrar na plenitude do amor (agora escrevi bonito rs). E a solidão da pousada mais os sentimentos aflorados de ambos e Rodanthe se acabando em água ditam o clima do curto porém marcante relacionamento.

De praxe, recebi em parceria com a Arqueiro, que nem preciso dizer (mentira, preciso sim) que fez um trabalho espetacular de capa, revisão e edição. Não encontrei erros de português. Folhas amareladas, de um material que remete folhas antigas bem conservadas e fonte Times 14 contribuíram para uma leitura confortável e feita em tempo recorde - comecei na sexta de tarde, no trajeto trabalho-faculdade e terminei no sábado de manhã. O livro tem 170 páginas, que poderiam ser devoradas em menos tempo até, mas preciso trabalhar e estudar. 

Antes de ser publicado pela Arqueiro, a Novo Conceito publicou o livro com Richard Gere e Diane Lane na capa. Eu não gosto de ver pôster de filme na capa do livro, mas dessa vez, tive que abrir uma exceção, a capa é linda - tanto que, quando fui na biblioteca, no último sábado, fui na prateleira só pra ver o livro, aliás, a primeira vez que li Noites de Tormenta foi na biblioteca mesmo, rs.

Depois de derramar tanto amor por Paul e Adrienne, tenho o dever de recomendar esse livro! Essa história não fala só sobre o amor, mas engloba a dor da perda, o sofrimento da traição, o que acontece quando colocamos o trabalho na frente de tudo - tudo mesmo... Enfim, é pra refletir e amar! E pensar como poderia ser diferente...

PS: não gostei da tradução do título. O original é "Nights in Rodanthe", remetendo à cidade. No Brasil, "Noites de Tormenta" remete às fortes tempestades que abalaram a cidade durante os cinco dias. Vai ver traduziram porque acharam que os leitores não conseguiriam pronunciar "Rodanthe".

PS2: sou contra o spoiler, abomino, mas, dessa vez preciso compartilhar um com vocês: o ex-marido de Adrienne, Jack, a trocou por Linda, sua colega de trabalho que tem dez anos a menos que Adrienne. Alguns anos depois de Rodanthe, Linda... trocou Jack por um cara com idade parelha à sua!! Achei maravilhoso! Pra não me matarem, deixei o spoiler em branco, aí você decide se lê ou não.

Já leram outros livros do autor? O que acharam da resenha de Noites de Tormenta? Dessa vez, não vai ter trailer do filme por motivos de: o livro sempre será melhor!


33 Comentários

  1. Oii
    Nunca li essa estória, mas já assisti ao filme.
    Eu já li bastante Nicholas Sparks e agora já não tenho mais tanta vontade. Mas ainda gosto de assistir as adaptações cinematográficas das estórias dele!

    Beijo
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oiii!

    Você sabe a minha opinião sobre o tio Nick né? Achei legal essa versão da arqueiro e gostei de saber que você se emocionou tanto assim com esse livro. Eu assisti ao filme e ele é muito bonito!
    Enfim, gostei da resenha e espero que ele consiga te emocionar mais e mais durante os enredos.


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  3. Ah! Eu fujo dos livros do Spark como o Diabo da cruz, sério... gostei dos poucos livros que li dele, mas essa formula batida dele me cansa um pouco, até porque parece que ele só sabe escrever desgraceira... minha nossa, o único livro que ninguém morre no final foi tão decepcionante que estou há quase 2 anos sem ler mais nada dele. Tenho mais 4 livros na estante para ler, mas fica lá me olhando, não tenho coragem de pegar... como disse eu gostei da escrita dele, mas essa coisa de você não saber se vai ser uma desgraça ou um romance tão sem sal que vá me decepcionar não me deixa criar coragem.. rsrs.. Não sei se leria Noites de Tormenta.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  4. Ola Kamila lindona eu não li o livro assisto somente o filme e amei, a escolha dos protagonistas é perfeita, o livro é emocionante como não poderia deixar de ser, ainda mais sendo do Tio Nick que sempre nos comove, devido a correria não leria o livro agora, mas em outro momento mais calmo com certeza. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  5. Acredita que nunca li nada de Sparks?
    Não por falta de vontade, só nunca aconteceu de unir tempo e livro!
    Gostei muito das suas impressões.
    A tradução do título ficou bad mesmo.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  6. Oiii.

    Olha confesso que nunca li nada do Nicolas. Ele simplesmente não me atrai. Já vi alguns filmes mas também não me encheu os olhos.
    Mas que bom que gosta. Parabéns pela resenha.

    Beijinhos
    Kah Fernandes.
    Booksandcarpediem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. OI Kamila, tudo bem?
    Esse é o único livro do Sparks que eu amei. Sério, eu não suporto os livros do autor, mas fui obrigada a ler Noites de Tormenta e simplesmente me apaixonei. Sempre tem a tragédia que estraga a história, mas o restante do livro é maravilhoso. Chorei horrores com ele também, rs. O que mais curti é a relação de mãe/pai e filha/filho que o livro mostra, acho que isso sobrepõe qualquer romance. É o único livro do autor que recomendo, e pretendo ver o filme um dia.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  8. Oiee, esse é o único livro do Nicholas que ainda não li rs Mas já vou comprar. Adoro ele, acho o melhor autor masculino (com o gênero romântico) Sou louca.
    Não vejo a hora de poder desfrutar desse sentimento lindo que o Nicholas deixa pra gente.

    Beeijos

    Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
  9. Olha eu ainda não li esse livro e nem tenho na minha estante pra te falar a verdade, porque ele não tinha me chamado muita atenção, mas os únicos que li antes dos filmes serem lançados foi O MELHOR DE MIM e UMA LONGA JORNADA no qual eu adorei. Espero poder fazer a leitura dos outros do Tio Nick, porque ele tem uma escrita deliciosa. Ainda não sei quando irei ler esse livro, mas pode ter certeza que aguçou a minha curiosidade.

    Mas agora estou saindo um pouco dos meus romances, porque eu acho que entrei em uma ressaca básica. Assim que retornar eu pego esse livro para fazer a leitura =D

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/11/resenha-menina-da-neve.html

    ResponderExcluir
  10. Olá Kamila!
    Eu tenho um certo receio com os livros do Nicholas, mas gostei do enredo desse livro. fiquei pensando no casal e se eles voltam a se reencontrar. Amo livro com romance e não me importo se eles são clichês.
    Amei a sua resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá
    Nunca li o autor, mas tenho vontade de ler algo dele, tenho um pouco de receio por ser romantico, mas pelas resenhas que tenho lido e alguns filmes que vi da para notar que as obras dele esta mais para o drama, e estou aprendendo a gostar de dramas.

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Kamilla!
    Ah menina, Nicholas Sparks arrasa! Eu simplesmente amo esse autor e já li quase todos os livros dele. Suas histórias me arrancam sorrisos, suspiros e, principalmente, lágrimas!
    Ainda não li Noites de Tormenta, mas tenho o livro (que por sinal é a edição da NC com a capa do filme). Sei que história é linda e vai me agradar em cheio. Porém, infelizmente, já sei como termina (esse povo que lança spoillers no meio de uma conversa são dose, né? Acabaram contando o fim dele assim, no meio de uma conversa nada a ver... é a vida). Pretendo ler, claro, mas ainda não sei quando. Só sei que estarei pronta para emoções bem fortes. <3
    Beijos
    Coisas de Meninas

    ResponderExcluir
  13. Ooi,
    Do autor eu só li Querido John e não me apaixonei perdidamente... gosto muito de romances mas ainda não achei um livro dele que me faça chorar e rir como todo mundo fala que ele consegue.
    Vitória Zavattieri

    ResponderExcluir
  14. Oi Ka,
    Li poucos livros do Nicholas mas filme já vi muitos, incluindo esse :)
    E não lembro muito da história e por isso não tenho certeza se gostei.
    Eu prefiro mil vezes a capa da Arqueiro do que a da Novo Conceito.
    Que bom que você amou tanto o livro assim.
    Ele é bem mais maduro que os outros do autor pelo o que pude ver :)

    Abraço e Bons Livros,
    Biblioteca do Coração❤

    ResponderExcluir
  15. Oi!!!
    Não li o livro, mas assisti o filme e achei muito bonito e triste. Sei que não é igual mas tem seu valor, rsrs.
    Pelo visto sentiu o mesmo que sinto quando leio os livros do Nicholas, um mix de emoções. Já li alguns livros dele e gostei de todos.
    Também não gosto das capas com poster do filme.

    Abraços, Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  16. Oiii, eu vi o filme, mas ainda não li o livro.
    O Sparks tem três dons: Emocionar, Criar os homens mais perfeitos do mundo e matá-los kkkkkkkkkkk
    Eu dei uma paradinha em ler os livros dele, mas ainda tenho profunda admiração pela escrita do autor.
    Não é pra qualquer um arrancar tantos sentimentos em uma leitura.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos

    Giuliana

    ResponderExcluir
  17. Olá
    Tudo bom?
    Assim como você, chorei horrores lendo esse livro, aliás qual livro do titio Nick não chorei?
    Concordo em tudo que escreveu em sua resenha. Parabéns por me fazer chorar novamente lendo o que escreveu, bela resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bem?

    Antigamente eu lia mais Nicholas Sparks, eu amava os romances água com açúcar dele. Mesmo eu sabendo que iria chorar muito com a leitura. Eu li esse livro em 2012, 2013 (não me recordo) e chorei horrores, mesmo que tenha sido uma estória com final triste, eu gostei porque teve uma baita lição de vida. Gostei tanto que tive que comprar meu próprio exemplar e lê-lo mais uma vez. Acredito que se eu lesse nos dias de hoje não gostaria tanto como há alguns anos atrás.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Oioi! Adoro isso de deixar spoiler branco rsrsrs é ótimo pra não assustar quem não quer saber e ainda desabafar o que vc queria rsrs Eu não li o livro, nunca li nada do Sparks por achar meio chato essa "fórmula perfeita" dele de escrever. Tenho 2 livros em casa aguardando rsrs... Eu não sou muito fã desses amores instantâneos, mas no filme... poxa, é o Richard Gère! hahahaha'

    Ótima resenha, adorei! Escreves muito bem ^^
    bjoo, www.sonhosemtinta.com.br

    ResponderExcluir
  20. Oi lindona, tudo bom? AMEIIII a ideia do spoiler em branco!!! kkkk eu não li, mas amei! Não li por um motivo óbvio, quero muuuito ler esse livro, sua resenha foi realmente muito boa e me deixou curiosa! Infelizmente, vai ficar pra depois porque tô com dois livros do Spark pra ler e ainda não tive tempo. Outro ponto que concordo com você: também não gosto de livro com capa de filme, mas realmente esse é uma exceção! Vou começar pelo filme ok? Bjossss

    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi flor.
    Aí Nicholas Sparks é sempre maravilhoso com seus livros, esse ainda eu não li, e assim que vi esse relançamento da Arqueiro fiquei louca, essa capa está lindíssima. E com isso a vontade de ler aumentou. Fiquei bem curiosa só pelo fato de você comentar que bem diferente dos outros isso me deixou louca aqui. Será uma das minha leituras para o próximo ano.

    Beijos
    Lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Kamila, infelizmente eu tenho um bloqueio com tio Sparks, mas até tenho o livro.
    Adoro as resenhas, mas na hora da leitura eu murcho, porém pretendo ler.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  23. Oi Kami,
    Eu preciso ler esse livro até o final do mês (inclusive li seu spoiler HAHAH, mas tudo bem já tinha visto o filme mesmo) mas a coragem não deixa. Esses finais do Nick me tiram o sono. Esse é um dos meus filmes favoritos e eu também precisava dele na estante, agora preciso criar vergonha na cara e ler. Eu não tenho entendido o que a Arqueiro está fazendo com as capas do Sparks, deixando algumas com personagens de filme e outras com modelos fotográficos. Tá uma confusão danada essas republicações. kkkkk

    Beijos,
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Hello!!
    Não sabia que se tratava de uma reedição de um livro antigo do Nickolas Sparks, confesso que nunca li nada do autor, por achar mto dramatico tudo, e sei que vou chorar com certeza.
    Tb achei a capa bem bonita que a arqueiro fez para o livro.
    Gostei do que li aqui e como descreveu o casal, que sao pessoas maduras, cada um com um passado, mas que se veem de algum modo ligados.
    A ideia do spoirler em branco foi genial, claro que eu li, pq eu sou curiosa. hahaha
    Vou ler com certeza!
    Beijos.

    ♥ Blog Livros e Sushi ♥
    https://livrosesushi.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  25. Olá!
    Que resenha mais encantadora *-*
    Noites de tormenta é um dos meus livros favoritos do autor depois de Um Amor para Recordar e A Última Música, esse livro mexeu muito comigo. Sou encantada.
    O que mais gosto nesse livro é o fato do autor trabalhar a maturidade dos personagens, nesse livro não temos adolescentes cheios de problemas que não sabem para ondem vão.
    Ler sua resenha me fez recordar do que senti ao ler o livro, obrigada ♥
    Beijos
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  26. Oie, tudo bem!?
    Poxa, eu li o spoiler hahahah Mas, só li o spoiler porque, provavelmente eu não vá ler o livro. Pra mim, todos os livros do tio nick são mais do mesmo com pequenas mudanças aqui ou ali, mas tudo meio igual, então não sei se eu gostaria desse. T_T
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  27. Oii,
    Eu nunca li nada desse autor e também não tenho interesse. Mas sei que ele é bem querido de muita gente. Achei essa história bem intensa, ao que se refere a sentimento dos personagens. E gosto muito disso nos livros que leio.

    beijos

    ResponderExcluir
  28. Olá

    Apesar de ter um livro do autor em casa,nunca li nada do Nicholas Sparks,primeira resenha que leio desse livro e gostei da premissa,,fiquei curiosa pra saber o que acontece com eles,li o spoiler e achei sensacional,isso é meio que a lei da vida.

    Bjss

    ResponderExcluir
  29. Ka, eu geralmente amo os filmes do Sparks, a única leitura dele que fiz foi de O Casamento, e eu amei, muito!
    Não vi esse filme ainda acredita?
    Eu amei sua resenha ela me cativou muito, com certeza vou tentar adquirir na black friday
    Bjs
    Tay do Let It Shine

    ResponderExcluir
  30. Oii, tudo bem?
    Ouço falar que esses livros do Nicholas Sparks são ótimos, só li Um amor para recordar, mas ainda não tive tempo para conferir.
    preciso ler urgente, pois tenho vários.
    Amei o post.
    **Beijos da Mary**
    http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Oi!. Do Nicholas até hoje só li A ultima música e Um amor para recordar e chorei muito no final dos dois, Nicholas tem o dom de colocar personagens comuns em situações que pode acontecer com qualquer um. Nunca li um livro que falasse da dor da traição, ainda mais por um homem que a trocou por uma mais nova.
    O título ficou meio estranho mesmo, mas a Arqueiro sempre faz isso, mas acho que nomes em ingles limitariam o público, que ia achar que o livro é em ingles a primeira vista e não ia ler.
    Achei muito bacana a sua resenha, e adorei a forma que colocou o spoiler (o qual adorei também hahahaha)

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  32. Oi, Kamila!
    Nunca li nada do autor e também não faz o meu gênero. Mesmo tendo gostado muito da resenha, eu continuo firme e forte: não lerei. Realmente não tem nada a ver comigo. Mas parabéns pela resenha!

    Com carinho,
    Celly - http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  33. Oie, tudo bem? Já assisti o filme e tenho o livro, mas acredita que nunca li? Acredito que os livros sempre são melhores escritos que o filme, será que nesse caso também? Sua resenha ficou excelente, também não gosto de dar spoilers haha Beijos, Érika

    ~www.queroseralice.com.br~

    ResponderExcluir

Olá!!

Fortaleça este humilde blog, deixe seu comentário e seu link para eu retribuir sua visita!

Se quiser, entre em contato através do email resenhaeoutrascoisas@gmail.com :)