Olá!

Estava com saudades de dar minha opinião aqui no blog. Ele tem como prioridade resenhas de livros, mas, como já viram, também gosto de falar de música e filmes. E, quando necessário, trazer meu ponto de vista sobre determinado assunto.

E o tema de hoje é: amor de fã. Aí você se pergunta: por que falar sobre isso? Bem, é uma reflexão. Tudo porque, nessa última segunda, 26, conheci um dos meus ídolos da música internacional: a cantora, atriz e apresentadora Lucero, que veio do México só pra participar do Teleton – e em breve, falarei dela no blog. E, justamente depois de sair da sessão de fotos, fiquei pensando o porquê de termos tanto amor por nossos ídolos. Por que os escolhemos para seguir, o que eles fazem de tão relevante para que nós passemos a idolatrá-los?


Todo mundo segue seus ídolos nas redes sociais?
foto: We Heart It

No dia em questão, eu tinha uma palestra na faculdade – nem tão importante, já que tal palestra era para os alunos de Publicidade – e precisava resolver assuntos referentes ao meu estágio. Ao saber que ela encontraria os fãs às seis da tarde no hotel em Pinheiros, pensei: por que não ir, não custa nada tentar – pensei, partindo da premissa de que trabalho em Moema (meia hora de distância) e que encerro meu expediente às 16h.

E lá fui eu, rumo ao hotel, depois de mais um dia de trabalho. Pulando os detalhes irrelevantes (como o fato de que me perdi tentando chegar ao hotel), o local estava lotado com fãs dos mais diversos lugares (encontrei uma amiga que veio de Manaus). Fiquei na fila e, chegou a minha vez, meu Deus, que emoção! Falei tanta coisa pra ela em tão pouco tempo que nem lembro mais de tudo o que disse. Se vocês que me conhecem acham que eu falo rápido, vocês precisavam ter me visto rs


Ela é muito linda *------*

Bem, contei toda essa saga só pra parar e refletir: por que temos ídolos? Eu lembro que, quando fiz catequese – há alguns muitos anos – eu aprendi que nosso maior ídolo era Deus. Na hora,  lembro que não acreditei que não poderia mais ser fã da Laura Pausini – naquela época já era e, tonta que era (ainda sou, mas bem menos rs) me preocupei em pensar que não poderia mais (e que era errado) gostar dela, já que, segundo o primeiro mandamento, “temos que amar a Deus acima de tudo”.

Bem, o tempo passou (e eu sofri calado, não, pera) e outros conquistaram meu coração nas mais diversas esferas: na música, no futebol, no entretenimento, etc. Continuando a refletir, acredito que, além de seu trabalho,  são as ações que eles fazem (ações além de seu trabalho como ser simpático com os fãs, por exemplo) que nos fazem querer saber mais sobre eles. No caso dos cantores e bandas, eu gosto de prestar atenção no repertório pra saber quais mensagens eles transmitem através de suas canções. Seja uma mensagem de amor, de solidão, de tristeza ou até mesmo de zoeira (porque ela não tem limites!), é necessário mais que uma boa voz pra me conquistar. Isso explica (e muito) o fato de que escuto cantores e não gêneros.


Alguém disse: show do meu ídolo???

Será que vale a pena arriscar tudo por alguns segundos com seu ídolo? Se essa tarde de fotos que eu fui tivesse sido ao meio-dia, por exemplo, será que valeria a pena eu perder um dia de serviço para tirar duas fotos e trocar dois beijos com a Lucero? Fico imaginando as pessoas que vão além: acompanham seu ídolo em todos os lugares que ele vai, participa de fã-clubes (morro de vontade de participar de fã-clubes, mas tenho preguiça), assiste aos programas mais chatos da TV só para vê-lo, paga caro por ingressos, fazem tatuagens...

Eu penso que sim. Vale a pena fazer algumas loucuras (loucuras conscientes, diga-se de passagem) para ficarmos perto de nossos ídolos, ainda mais se são de fora do Brasil. Partindo da premissa de que muitos de nós não temos condições de irmos até os países deles, temos que fazer o máximo para vê-los quando eles vêm pra cá. 


Ele/a vem pro Brasil!!!

Eu não sei vocês, mas a única coisa que me irrita é quando o ídolo destrata o fã. Tipo, quando a pessoa não dá a devida atenção ou inventa de fazer esses meet and greet e quer cobrar horrores ou até mesmo quando vai dar um autógrafo de má vontade. Coisas assim faz com que nos afastemos deles e, quando há consenso, a fama da personalidade diminui...

Pra terminar, esclareço aqui quem são meus ídolos – ídolos mesmo, aqueles que me fazem parar tudo o que estou fazendo para acompanhá-los: na música, já sabem da Laura Pausini e da Céline Dion. Mas tem também Roxette, a já citada Lucero e a italiana Gianna Nannini. Na literatura, Isabel Allende, Mario Vargas Llosa, Nicholas Sparks. Tenho também meus ídolos do futebol e das novelas mexicanas, mas precisaria de outro post pra citá-los. Provavelmente esqueci-me de alguém, mas vocês descobrirão com o tempo.

Agora quero saber de você que, com muita garra, leu e entendeu esse texto: Quais são seus ídolos? Já fez alguma loucura por ele/a? Quero saber como você se comportou na frente dele quando o viu, caso tenha acontecido.... Enfim, quero a opinião de vocês!



41 Comentários

  1. Oi Kamila,
    Fiquei muito feliz por você ter conhecido a cantora que idolatra, isso é sensacional! O seu sorriso estampado na imagem descreve o tamanho da sua felicidade.
    Também acho que, se tivermos oportunidade, devemos fazer o que for possível para ver nossos ídolos, se isso é um sonho, o impossível também, haha.
    Também me irrito com pessoas que não tratam os fãs bem. As pessoas estão ali porque amam e o cantor/ator/escritor/etc não retribui da forma correta.
    Nunca fiz nenhuma loucura. Mas eu adoro John Green ♥
    Beijos
    Historiar


    ResponderExcluir
  2. Que bom que você conseguiu ver a sua idola, acho que realmente vale apena essas loucurinhas para encontrar quem a gente admira, uma coisa que eu também fico super chateada meesmo é quando algum ídolo destrata o fã, muito feio isso.
    Adorei o seu blog ;)
    www.yankavaz.com.br

    ResponderExcluir
  3. Amiga que bacana você ter conhecido a atriz de A DONA.
    Toda tarde de vez enquando eu assisto a novela.
    Mas queria ter pego desde do começo para poder entender melhor toda a estória.
    Mas tipo, outra coisa que gostei muito foi a música de abertura que ela cantou da novela. Eu acho tão linda. Imaginei que fosse outra pessoa que cantava, mas é ela, nem sabia que era cantora também. Muito chique! E tipo, eu também já passei por essa fase de loucura por conta de ídolo porque quando eu era mais nova eu era super fan de Sandy e Junior e queria que queria conhecê-los pessoalmente. Ai meu pai me deixou participar de um fa clube...conversou com o rapaz que era responsavel para que eu pudesse conhecer ambos por eu morar longe e tudo mais e acabou funcionando. Entrei no camarim e conheci os dois. Um sonho realizado com toda certeza. Eu era apaixonada pelo Junior na época e sinceramente depois que os vi, levei meu CD para autografar aquele SONHO AZUL, a Sandy também me deu um postal com o meu nome ...achei tudo muito lindo e a foto eu tenho até hoje é claro. Isso não podia faltar. Pra vc ter uma ideia do tempo, foi em 2007 ! hehehehe

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/10/outubro-rosa-editora-petit.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga eu vou deixar meu outro link
      do meu grupo aqui tá - http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/10/especial-conhecendo-os-autores-6.html

      Excluir
  4. Oii Kamilla,
    Que legal vc ter conhecido sua ídola... Deve ser tão bom, eu não tive uma oportunidade dessa ainda, e tbm não tenho tantos ídolos, são poucos autores, cantores e atores que me atrai de verdade. Meu único ídolo de verdade é Deus, igual vc disse, isso a gente aprende na catequese!
    Beijinhos...

    https://amanhecerliterario.wordpress.com

    ResponderExcluir
  5. Oii!

    Acho que dependendo é valido sim. Eu pelo menos sempre que posso faço de tudo para encontrar um idolo meu. A unica coisa que morro de medo é de ser maltratada, o que já aconteceu uma vez. ENtão sempre vou com receio.
    Gostei do texto! E fiquei feliz por ter ido conhecer a moça ;)


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  6. Olá adorei essa sua saga para encontrar seu ídolo rsrs
    Tenho alguns e já fiz algumas loucuras tbm.
    Eu gostaria muito de conversar com alguns autores
    Quem sabe um dia rsrs

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá, achei muito interessante sua jornada. rs! Confesso que tenho muita vontade de conhecer alguns autores, mas cantores a maioria deles já morreu, por exemplo Morrison do The Doors. Enfim, acho que temos que correr atrás dos nossos sonhos mesmo. rs!
    Beijos!

    http://www.deixaela.com/2015/10/resenha-padma.html

    ResponderExcluir
  8. Olá, Kamila.
    Gostei bastante da sua postagem, só penso um pouco diferente de você. Eu amo Deus acima de todas as coisas, mas gosto de muitas pessoas e isso não tem nada a ver uma coisa com a outra. Não chego a ponto de idolatrar ninguém nem considerar como herói por exemplo. Herói para mim, são meus pais, que deram um duro danado e ainda dão para criar os filhos com esse salario de miséria aqui do Brasil. Mas tem muita gente que gosto bastante e que faria sim algumas coisas para conhecer. Nada de extravagante como muita gente faz.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Obrigada por mostrar seu ponto de vista! Quanto a amar a Deus acima de tudo, já fui assim, mas minha fé anda abalada. Claro que meus país também são meus ídolos, mas, no meu texto, fiquei mais com a questão dos famosos. Nossos país estão sempre por perto, não é verdade? :)

      Excluir
  9. Olá, tudo bem?
    Adorei seu post. Eu sou fã do Luan Santana, há anos... montei fã-clube, ele é oficializado pela central dele. Mas ainda não o conheci. Essa reflexão que você trouxe é bem verdadeira... Eu acho que se um dia eu realizar o meu sonho (que é bastante improvável já que aqui é um tormento pra chegar perto dele, sério... tem algumas fãs daqui que parecem mais bichos do que gente. E quando começam a algazarra, chegam a arranhá-lo, o segurança não deixa mais chegar perto). Uma coisa que você citou é o destrato, vejo alguns artistas na maior soberta, com nariz lá em cima esquecendo que colocou ali foi quem o acompanha, o fã. Quando quer voto em premiações, aparece, mas quando é pra retribuir o carinho, destratam. É ridículo.

    Outro ponto, acho tão ridículo quem se priva de algo só por causa da religião. Dizem que é pra amar Deus sobre todas as coisas, pra mim isso é um fato e o amo... mas Deus jamais iria diminuir alguém por amar alguém. Aliás ele quer justamente isso, que amemos uns aos outros. Só que no nosso caso, amamos alguns em específico um pouco mais. Mas é certo que Deus quer a nossa felicidade e se isso faz parte da nossa vida, ele é o que mais apoia. Já vi tanta gente apontando dedo pra mim por causa disso, que você nem tem ideia.

    Cara, adorei o teu texto! haha E amei a sua foto <3
    Beijos
    www.lendoeapreciando.com

    ResponderExcluir
  10. Oie, acho tão emocionante quando a gente encontra um ídolo. Tem que fazer esse momento valer a pena, principalmente se a pessoa tem como ir até o local ver e tudo mais.
    Meu maior sonho é assistir um show do Foo Fighters, mas moro longe de tudo, e sempre fiquei frustrada, quando eles fizeram show em POA esse ano, não consegui comprar ingresso, pensa, apesar de ter quase 30 anos na cara, chorei que nem criança.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  11. Adorei o post e super me identifiquei!!!! Sou fanática pelo Ricky Martin e Pablo Alboran e nessa levada latina, adoro a Pausini!!! (Vc tb, ebaaaaaaaaaaaaaa).
    Amor de fã é uma coisa louca, só quem sente entende e compartilha. è sonhar com um abraço, um sorriso, ou uma DM.... hahahahaha
    meuamorpeloslivros.blogspot.com.br
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Não sou dessas que faz loucuras por ídolos não... fora que se fosse pra dizer que eu tenho ídolos, seriam escritores, mas não acho que posso classificá-los assim porque sou dessas que se interessa pelos livros da pessoa e nada mais. Não sei nada sobre a vida deles e tal. Mas já conheci alguns pessoalmente que me fizeram virar mais ou menos (ou nada) fã. Autor metido, que nem olha pra sua cara, perde o meu respeito. Eu sei que a pessoa está cansada, mas se se dispõe a atender os fãs o mínimo que pode fazer é tentar tratar todos com simpatia. Adorei a postagem!

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  13. Olá,
    Acho super legal conhecer o ídolo, não sou tão ligada a essas coisas, para você ter uma ideia mesmo gostando muito do Tom Cruise, Brad Pitt entre outros gatos da minha época nunca tive um poster no meu quarto, não tenho a minima ideia de qual seria minha reação ao encontra-los mas acho que deve ser bem emocionante.

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Acho que não tenho nenhum ídolo absoluto, desses que fazem a gente gritar e se acabar sabe?
    Sou fã de alguns sim, mas não a ponto de me emocionar ou de ficar nervosa para conhecer.
    E concordo com vc que odeia quando o 'famoso' destrata fã, deve ser exaustivo lidar com tanta gente e tanta cobrança, mas cada um sabe o que escolhe para a sua vida né? Perco a admiração na hora por esses que destratam...
    Adorei o post!
    Bjos

    Every Little Book

    ResponderExcluir
  15. Olá!!!!
    Vou discordar em quase tudo que você falou! A começar pelo final.... Garra para ler seu texto???? não mesmo! Menina que escrita gostosa a sua! Adorei mesmo o teu texto, teu modo de pensar e teu jeitinho de falar! Nas resenhas conhecemos a história, em textos assim, conhecemos a pessoa por trás (ou a frente) do blog.
    Quanto aos ídolos, eu concordo discordando....entendo o amor que as pessoas têm pelos ídolos e entendo a felicidade ao encontrar. Imagino o quão recompensador deve ser.
    Eu não tenho nenhum ídolo assim, então não conheço o sentimento. Infelizmente. Há vários escritores que eu gostaria de conhecer, mas nenhum a posto de mudar alguma programação que eu tenha. Será que sou um ET? Pois todo mundo que eu conheço tem alguém especial que gostaria de conhecer....
    hehe
    beijinhos
    Eu Pratico Livroterapia

    ResponderExcluir
  16. Oiee ^^
    Eu ainda não fiz nenhuma loucura por ídolos, mas estou querendo chegar lá...haha' espera só chegar ano que vem e minhas bandas vierem para o Brasil, ou os autores na bienal ♥ hehe' me aguarde... Participar de fã clubes pessoalmente deve ser incrível! Aqueles encontros que os fãs fazem e etc... Até agora só faço parte de grupos no face *-* A Lucero é mesmo linda ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi Kamila!
    Eu tive poucas oportunidades de conhecer algum artista que eu goste, pois eu não gosto de enfrentar as multidões. Acho muito bonito quem encara e vai até o fim para conhecê-los <3 Acredito que se é uma vontade da pessoa, precisa satisfazê-la \o/
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  18. Oie Kamila :)
    Achei seu post super pertinente, ao menos para mim que me peguei pensando no mesmo dias atrás.
    Pensei nisso depois de passar um dia todo correndo entre dois shoppings, desde as 6 da manhã até as 22:00 atrás de duas escritoras que são minha paixãozinha.
    Cheguei em casa morta e desmaiada, com umas assinaturas nos meus livros hahahah
    Meu marido até riu de mim.
    E bem, fico pensando, será que isso foi saudável? E ainda não cheguei na reposta.
    Por isso gostei tanto do seu ponto de vista, falando que devemos fazer loucuras conscientes.
    Também devemos ter prioridades de quem amamos mais ou menos.
    Eu queria muito conhecer a atriz Jen Law :)
    E a autora J. K. Rowling...
    Talvez mais alguns mas também não lembro de todos...
    Gostaria de conhecer outras histórias malucas suas em busca dos ídolos hahha

    Abraço e Bons Livros,
    Biblioteca do Coração❤

    ResponderExcluir
  19. Oi querida,
    Adorei o post e você não é tonta porque quando fiz a catequese também fiquei pensando exatamente a mesma coisa, tipo será que não vou poder mais gostar de ninguém...rsrs. Realmente é complicado quando um ídolo destrata seu fã, isso realmente acho que é uma das coisas mais tristes que pode acontecer.Já tive o prazer sim de ficar perto de alguns ídolos meus inclusive esse ano...rsrs..fui ao show dos backstreet boys que teve aqui no RS, e tipo foi realmente mágico porque sou fã dos caras desde os meus 13 anos...rsrs...e isso faz muitooo tempo, então estar pertinho assim realmente foi incrível, chorei, gritei, virei maluca. Mas como você disse acredito que hoje em dia as pessoas que mais admiro são aquelas que dão exemplos a ser seguidos e que contribuem para com o mundo, quer um exemplo, amo Jhonny Deep e ao saber de todas as ações que ele fez ao vir aqui para o Brasil só me faz crer que ele realmente é o cara. Enfim adorei o post.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Olá Kamila,
    Muito legal você ter escrito esse texto, muitos tem preconceito com fãs.Vou citar um exemplo. Tinha uma colega de escola que é muito fã de Dulce Maria (de Rebelde), ela é tão fã que age, se veste, pinta o cabelo, enfim, faz tudo muito parecido com a ídola. No começo, achava isso exagero, mas depois entendi o amor dela e aceitei.
    Infelizmente, não tenho nenhum ídolo que faria tudo por ele. Gosto muito de Taylor Swift e Adele, mas não sei se moveria céus e terra.
    Continue escrevendo essas opinões é muito legal conferir isso :)
    Beijos
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  21. Oi...
    Sou muito fã do Coldplay , mas , acho que não faria uma loucura para conhece-los , só as musicas deles já são suficientes pra mim :)
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oi Kamila, achei lindo o seu post e fiquei muito feliz que você conseguiu conhecer seu ídolo. Eu até hoje não fiz nenhuma loucura para conhecer alguém, acho que mais porque eu não tive oportunidades mesmo. Mas te admiro muito pelo que fez e fico feliz que tenha conseguido!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  23. Que lindo!!!
    Só quem é fã sabe a emoção de poder encontrar seu ídolo.
    Nunca consegui estar perto de um deles
    Gostei da sua reflexão sobre ídolos.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  24. Oiie
    Ótimo post, muito legal você ter ficado tão feliz de ter visto seu ídolo hahaha valeu por compartilhar com a gente, sempre muito bom.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Kamila, só li verdades no seu post.
    Quando eu era mais nova fiquei toda bolada achando que não poderia gostar de nenhuma banda ou ator porque estaria pecando, mas ainda bem que fiquei mais esperta.
    Eu sou louca pelo pessoal do RBD (claro que de alguns mais que outros), mas lembro que chorei horrores pq na época minha mãe não me deixou ir no show deles.
    Quando eles se separaram e a Dulce veio fazer show aqui na minha cidade dei graças a Deus de já ser de maior e ter trabalho pq nem pensei e faltei a faculdade para ir ao show.
    Uma das melhores lembranças que eu tenho.
    É uma sensação meio surreal, mas muito boa.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  26. Olá linda,

    Esse é um tema bem difícil de se debater, porque sempre tem aquela linha que separa o bom do excesso. Idolatria se pegarmos o significado dela é Adoração, então nenhum ser humano é Idolatrado, mas admirado por seu trabalho ou personalidade. Então, algo que a pessoa faz, artístico ou não, nos traz algo de bom e produtivo por isso gostamos tanto dele ou dela.

    Por isso a galera do Cristianismo fala tanto da Idolatria, pois é Adoração a uma divindade.

    Artistas, cantores, jornalistas, escritores e afins são objetos de nossa admiração pessoal porque mexem com nossos sentimentos e nos marcaram em algo.
    Eu admiro o trabalhos de vários escritores e juro que se eu visse Harlan Coben ou James Patterson, eu faria de tudo para dar um abraço neles e falar obrigada, porque me marcaram muito com seus livros.
    Sou louca por SPN e faria loucuras só para ouvir pelo menos um Hello de Jensen, Jared e Misha...esses caras são DEMAIS! Tratam os fãs como amigos do peito e NUNCA cobraram para tirar um foto ou dar um autografo, pois sabem que são pessoas normais e eles não são nenhum deus imortal para ignorar quem faz do trabalho deles um grande sucesso.

    Adorei seu post!
    Beijocas!
    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  27. Olá! Legal que você teve essa experiência em conhece-la. Admiro o trabalho de alguns artistas, mas nunca tive a oportunidade de conhece-los. Se pudesse, ia conhecer a banda Marron 5, Nicholas Sparks, os atores de Supernatural e mais uma pequena lista rsrsrsr Beijos!

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Oi Kamila,
    Então, minha opinião muda muito quando o assunto é amor de fã,
    existe diferença entre admiração e fanatismo, né?
    O fanatismo, pra mim, não é saudável. Admirar a pessoa e o trabalho dela é legal,
    eu não sou grande fã mas tenho meus ídolos em várias áreas, mas há quem exagere...
    Mas dá pra ver sua carinha de felicidade na foto com ela, que amor! ♥
    Beijos,

    Blog Marcella Beato

    ResponderExcluir
  29. Oi Kamila, adorei a sua história, hahaha.
    Sempre é bom conhecer alguém que admiramos e melhor ainda quando o artista correspondente a nossa expectativa, realmente posso imaginar a sua alegria nesse dia especial.
    Bjim!

    Tammy
    Livreando | Facebook

    ResponderExcluir
  30. Olá!
    Acredita que não sou fã de nada? Não no sentido amplo da palavra, do jeito que você é pela Laura Pausini, gosto de alguns artistas, e tals, mas nada assim. Tenho amigas que são fãs como você, então acompanho o que é isso, e pelo que vi concordo com o que você disse.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  31. Oi Ka! Eu acho amor de fã uma coisa linda, que é admiração pura! Eu tenho várias autoras que sou fã e que surtaria se conseguisse estar no mesmo ambiente que elas! Entendo vc! Amei! Beijos
    Paulinha
    http://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Oii, tudo bem?
    Amor de fã é algo inexplicável rsrs. Eu já tive vários ídolos, todos eles eu guardo com carinho no coração, porque afinal, eles fizeram parte de um momento importante na minha vida.

    ResponderExcluir
  33. Olá

    Que bom que você conseguiu ver a atriz, olha eu curto muito o trabalho de vários autores,cantores entre outros, mas não tenho essa vontade toda,seria legal conhecer eles,mas senão der tudo bem também.

    Bjss

    ResponderExcluir
  34. OI Kamila!
    Acho gostoso ter um idolo, mas não faria loucuras por eles. Esses dias vi uma menina que chegou na fila cinco da manha pra pegar a senha só as 10... Sério, eu não faria isso, porque o idolo não vai lembrar de você dois segundo depois, então prefiro que ele fique só lá, perfeito no pais dele, fazendo a musica, filme, shows dele... Bom, já shows eu vou em vários, mas nada de pista premium ou gastar absurdos pra ficar mais perto...
    MAS, adorei sua foto com a sua idolo, deve ter sido muito emocionante conhecê-la!! Deve ter sido fantástico!!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  35. Oie!
    Primeiramente, parabéns por ter conseguido ver seu ídolo. Imagino a sua felicidade!
    Seu texto ficou muuuito bacana. E quem não tem um ídolo? Acho que todos nós temos o sonho de conhecer aquela pessoa que tanto admiramos. Todos nós temos um pouquinho de loucura! rs Eu mesmo tenho a loucura de conhecer tantas bandas, cantores, músicos, escritores... Se tive a oportunidade igual a sua, não pensaria duas vezes.

    Beijos,
    Dai | www.cheirodelivronacional.com.br

    ResponderExcluir
  36. Oi Kamila!
    Acredito que é muito importante termos ídolos pois eles são uma fonte de inspiração e servem como modelo para gente. Sem contar que é super divertido, né?
    Eu tenho vários ídolos, e por eles eu faria muitas coisa, mas também acho que o fanatismo é perigoso, tanto para o fã quanto para o ídolo.
    Adorei seu post.

    B-jusssss!
    http://www.quemlesabeporque.com/

    ResponderExcluir
  37. Oi Kamila!
    É tão bom quando realizamos esse sonho né? Eu já fui muito "apegada" a certos cantores na minha adolescência, mas depois com o tempo fui sei lá, me afastando e comecei a idolatrar os autores rs' me apaixonei perdidamente por Nicholas Sparks e fico imaginando que ele deve ter um pouquinho de cada personagem em sua personalidade e queria muito algum dia conhece-lo. Depois, me apaixonei pela série After e pela sua criadora e quando descobri que ela viria para a Bienal do Rio, fiquei louca! E claro que consegui realizar esse desejo de conhece-la tirar foto e tudo mais. Gente, quando chegamos perto, parece que tudo foge,eu só consegui dizer "Hi" e Thank you. hahaha... tudo que eu queria falar simplesmente fugiu quando ela me abraçou, foi super simpática com todos os fãs! E isso só aumentou o carinho e a admiração por ela.
    Esse sentimento é meio louco né, nem conhecemos direito e já amamos rs', claro que fazemos aquelas pesquisas, visitamos sites e tal, mas é um amor tão sincero por uma pessoa que as vezes surgiu do nada e acaba ganhando um espaço enorme em nossas vidas.

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  38. Oie, tudo bom?
    Acho que todo mundo é fã de alguém ou alguma coisa, como cantor, escritor, ator, apresentador, etc. Eu já tive essa experiência de conhecer uma pessoa que gosto muito e é indescritível. Foi uma autora há dois anos atrás e fiquei bastante feliz. Acho que a gente se encanta com o trabalho que eles fazem e por isso eles se tornam tão importantes.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  39. Oi Kamila, tudo bem?
    Adorei seu texto e principalmente o tema, e é algo que nunca parei para pensar. Até o momento acho que sou aquela fã normal, não sei tudo sobre o artista, apenas curto, nada demais. Mas não sei como seria se o encontrasse pessoalmente, acho que não acreditaria, rs. Confesso que não sou fã de muitas pessoas, e as que sou não conheço tudo da vida delas, mas entendo quem é assim, só tenho preguiça mesmo, rs. Acho que quando a pessoa trabalha por amor, é mais fácil de se identificar e se encantar.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir

Olá!!

Fortaleça este humilde blog, deixe seu comentário e seu link para eu retribuir sua visita!

Se quiser, entre em contato através do email resenhaeoutrascoisas@gmail.com :)