Olá!

Mais uma dica de filme maravilhoso e de arte aqui no blog!! O Garoto de Ouro é um daqueles filmes que te fazem refletir, ao mesmo tempo em que se diverte. Sem falar que, de tão bom, nem parece que é derivado de um livro. Espero que gostem da resenha d'O Garoto de Ouro.

Ano: 2014
Título OriginalPojken med guldbyxorna
Elenco: Lukas Holgersson, Shanti Roney, Olle Krantz, Nina Sand, Jimmy Lindström.
Duração: 1h39m

O Garoto de Ouro conta a história de Mats Nilsson (Lukas Holgersson), que após ser largado na casa do pai, acontece algo incrível: um dia, encontra um par de calças na rua. Ele acaba vestindo, pois as suas estão sujas. E cada vez que ele colocava a mão no bolso, saía dinheiro. Ele escondeu isso de seu pai, o jornalista Torken Nilsson (Shanti Roney). Só quem sabia era seu melhor amigo David (Olle Krantz), e Livli (Nina Sand), uma garota que ele conheceu no cemitério onde fazia bico.

Outra pessoa que ele vai conhecer nessa história é o Zeke (Jimmy Lindström), um morador de rua. Eles se conhecem de um modo esquisito: Mats, de bicicleta, quase atropela Batman, o cãozinho de Zeke.
Mas é claro que a calça tem dono. E o dono não é a pessoa mais honesta da Suécia. E a aventura de Mats, David e Livli só começa...

Bom, mais um filme maravilhoso que espero que esteja disponível na Netflix (vi no trabalho). Esse filme é baseado no livro "Pojken med guldbyxorna" (O menino das calças de ouro, em sueco), escrito por Max Lundgren (1937-2005). Até aí, só mais um filme derivado de livro. Mas, no intervalo da primeira publicação do livro, em 1967, até esse filme, houve uma série de TV, de 1975. 
Livli!
Sim, é claramente um livro infantil. Mas a mensagem que ele transmite é tão legal que vale a pena toda a família assistir. Ultimamente, ando consumindo muitas coisas made in Sweden, em sua maioria clássicos, como a trilogia Millennium, do jornalista mito Stieg Larsson (1954-2004), ABBA e Roxette, há algum tempo vi o filme "Minha Vida de Cachorro" (tem na Netflix), que também é derivado de um livro... E é uma pena que a Suécia fique tão longe daqui, porque eles têm coisas incríveis a mostrar quando o assunto é cultura.

Voltando ao filme, Mats é só mais um garoto entre tantos, mas, depois de passar por uma situação de bullying, precisa trocar de roupa. Ele e seu amigo David resolvem procurar algo para vestir no meio de um monte de roupas que estavam destinadas à doação. Mats encontra a tal calça e resolve vesti-la. E, ao colocar a mão em um dos bolsos, sai dinheiro. E, enquanto os garotos tiravam as notas, os bancos suecos sofriam grandes perdas.
Aleatório: suspirando pelo Torkel...
Torken, o pai de Mats, não era o melhor dos pais. Logo no início do filme, a mãe larga o menino na porta do pai, como se fosse um saco. Susanne, a mãe, simplesmente se cansou da criança e a deixou aos cuidados do pai. As calças, por incrível que pareça, unirão pai e filho. Enquanto isso, Torken vai pesquisando sobre um certo William Otto, que enriqueceu da noite pro dia após a morte do irmão...

Mas o garoto é de ouro não por ter encontrado a peça e, teoricamente, ter ficado rico. E sim o destino que ele deu a grana que ia tirando. Primeiro, comprou um monte de brinquedos. Até aí tudo bem, inclusive, eu também compraria. Depois, ele e seus amigos David e Livli - que apareceu na história pedindo uma mala de dinheiro - começaram a doar a grana para várias instituições ao redor do mundo. O que mostra como as crianças ainda têm bondade no coração.

Sobre o elenco e fotografia: mais que aprovados! As paisagens suecas são maravilhosas, os atores interpretaram muito bem seus papeis e a curiosidade é que um dos policiais que aparece no filme foi o Mats da série de TV lá de 1975; achei bacana. Ou seja, O Menino de Ouro é aquele filme - de arte - que você pode ver no fim de semana acompanhado da família, porque é super legal!!

E pra encerrar, deixo o trailer legendado, pra vocês terem ideia do que esperar do filme. Espero que tenham gostado e, se puderem deixar outras dicas de filmes do gênero, usem o espaço dos comentários!!




22 Comentários

  1. Olha eu sinceramente não conhecia ainda esse filme, mas gostei muito da proposta. E olha que eu gosto de um filme juvenil viu? Mas principalmente porque estou cansada de ver as repetições do telecine e da HBO rs

    Curti essa ideia da calça e ainda começar a sair dinheiro
    Quem dera em? rs

    Um filme que me recordei e que é bem parecido é um que o garoto encontra um tênis e vira um grande jogador de basquete, PEQUENOS E GRANDES ASTROS, já viu? É muito fofo e engraçado esse filme, vale a pena. É meio parecido.

    Mas vou ver se pego esse filme ai que tu indicou para assistir na internet e espero poder gostar bastante, porque é sempre bom a gente tá vendo coisas novas. Vou começar a passar aqui no seu cantinho para poder saber mais sobre os filmes.

    ResponderExcluir
  2. Oiee

    Eu não conhecia esse filme, fiquei imaginando aqui de encontrar uma calça que saísse dinheiro dos bolsos, queria uma dessa kkkkkkkkkkkkk
    Gostei que no fundo o filme traz uma mensagem bonita.
    Vou procurar para assistir. obrigada pela dica.

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu não tinha ouvido falar sobre esse filme, mas me interessei bastante. Imagina só uma calça que sai dinheiro dos bolsos kkk séria meu sonho hahaha.
    Amei a resenha.
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  4. Nunca ouvi falar desse filme, mas achei super interessante! Quero assistir ...rs Você achou na internet? Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oiii! A Suécia tem belos filmes e livros e as adaptações para a telona geralmente são bem fiéis. Não conhecia o filme é me interessei bastante! Fiquei curiosa para saber sobre o dono dessas calças e o que vai acontecerá com o garoto, vou procurar para assistir. Obrigada pela dica, beijos!



    Entre Livros e Pergaminhos

    ResponderExcluir
  6. Que filme diferente! A Suécia tem bons filmes e ótimos livros, mas são como os nossos lá fora, pouco divulgados. Gostei terrivelmente da premissa do filme, mas gostei de verdade do fato de eles terem usado o dinheiro das calças para doações! Crianças são demais!!! Obrigada pela indicação, vou procurar no Netflix e se não achar, catarei em outro site. bj!

    ResponderExcluir
  7. Oii! À primeira vista achei que fosse meio que o masculino do filme Menina de Ouro. Mas pelo que vc falou é completamente diferente! E eu fiquei curiosíssima, principalmente pelo livro. Realmente, as crianças têm bondade no coração. Gostei do enredo e pretendo assistir e ler (não necessariamente nessa ordem, rsrs).
    Ah, sobre o título em Sueco: quem consegue ler isso? Kkkkkk
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Não conhecia o filme e realmente parece ser bem divertido. Gosto muito desses longas com aventuras e mistérios sobrenaturais. Com certeza vou incluir na minha lista.

    Abraços
    colecoes-literarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá Kamila,
    bem eu não conhecia o livro e nem o filme, será que o Netflix disponibiliza rsrsrs
    O enredo parece instigante, imagino as diferentes reações que essa calça causaria, quando criança sim a primeira reação é comprar brinquedos e doces :D
    Não conheço nada da cultura sueca, mas fiquei impressionada com a sua empolgação, quem sabe...

    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  10. Olha.... confesso que nao me interessei muito, mas ja que vc disse que é um filme reflexivo então vou dar uma chance.

    Beijokas da Mylloka:*
    https://myllokasecret.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá. Eu ainda não conhecia o filme e mesmo gostando do gênero, a premissa dele não me agradou e nem me atraiu para que eu possa assistir. Achei bacana ver seus comentários sobre o filme mas não é algo que eu assistiria.

    ResponderExcluir
  12. Oi kamila, sua linda, tudo bem?
    Meninos não têm jeito, foram logo comprar brinquedos, risos... Sinceramente, eu não sei o que faria primeiro, a gente ao longo da vida quer tanta coisa, mas quando pode realmente ter ficamos até com dúvidas. Parece ser uma aventura incrível e o melhor com certeza é a mensagem. Não conhecia, mas adorei a dica. Sua crítica ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir
  13. Oi,
    Eu não conhecia o filme, mas já sei que ia me apaixonar. Eu quase não vejo tv, mas vou anotar para assistir em breve.
    As crianças são puras e achei uma fofura da forma que usou o dinheiro.
    Me lembrou algo: ontem foi aniversário de meu filho e o amigo dele (de 4 anos) trouxe um presente feito por ele, dentro tinha um bonequinho, dois balões para assoprar e um saquinho com várias moedas rsrs
    Dica anotada
    beijos

    ResponderExcluir
  14. Oisi bem que eu queria uma calça que me desse dinheiro. ...

    Hehe

    Eu não conhecia o filme é gostei bastante da proposta. É interessante e diferente. Ser juvenil só me deu mais vontade de assistir pois adoro esse tipo de filme.

    Que dica ótima!

    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Oisi bem que eu queria uma calça que me desse dinheiro. ...

    Hehe

    Eu não conhecia o filme é gostei bastante da proposta. É interessante e diferente. Ser juvenil só me deu mais vontade de assistir pois adoro esse tipo de filme.

    Que dica ótima!

    Bjs

    ResponderExcluir

  16. Olá.
    Esse filme parece incrível, eu li sua resenha e assisti o trailer. Magnífico achar uma calça que te dá todo o dinheiro que você quer, quem hoje não precisa disso? haha
    Mas o intrigante do filme é o que ele faz, como ele reage e a ação que mostra no trailer.
    Eu não conhecia o filme, mas me encantei e agora preciso assistir.
    Parabéns, espero que consia encontrar mais filmes do tipo.
    Beijos
    http://casinhadaliteratura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oie, tudo bem??

    Nunca tinha ouvido falar sobre o livro ou o filme o.o Vou até procurá-lo na net. Valeu pela dica haha Adorei a resenha! Beijos,

    www.estranhoscomoeu.com

    ResponderExcluir
  18. Oiii

    Acho super legal explorar o cinema de outros países. A maioria dos filmes que vemos são dos EUA, mas desse jeito acabamos perdendo muito coisa boa produzida por ai.
    Achei legal a proposta do filme. Se eu achar vou assistir sim!!

    Beijos

    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  19. Nunca tinha ouvido falar desse livro até agora. Parece ser bem interessante e legal. Quando quiser dar um tempo nas leituras, vou procurar esse filme pra assistir.

    ResponderExcluir
  20. Olá, amei Millenium e Roxette é puro amor, então reforçou minha credibilidade no seu bom gosto hahaahh.
    O filme parece ter uma história bem gostosa de assistir com a família em um domingo, aqueles que começamos a ver num domingo a tarde sem pretensão e acabamos com um sorriso no rosto surpreendidos.
    Vou deixar anotada a dica e procurar para ver.
    Beijocas

    ResponderExcluir
  21. Oi Kamilla!
    Que filme diferente. Não o conhecia e também não conhecia o seu livro, mas cara... eu queria uma calça dessa com certeza hahaha
    A mensagem pelo que você disse que o filme passa parece ser muito linda e é um senso de humanidade que está muito em falta hoje em dia.
    Parabens pela resenha e espero assistir esse filme em breve.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  22. Interessante sueca versão de antigo seriado, bastante comovente e que nos fala sobre comoção pelos problemas da injustiça no mundo! História simples, direta e sempre contundente, nos levando aos pequenos trancos e grandes barrancos à solidariedade perdida entre pessoas. Facilmente uma nota nove, muito bom!

    ResponderExcluir

Olá!!

Fortaleça este humilde blog, deixe seu comentário e seu link para eu retribuir sua visita!

Se quiser, entre em contato através do email resenhaeoutrascoisas@gmail.com :)