Olá!

Hoje tem resenha de um livro que devorei em dois dias, tamanho envolvimento que tive com a leitura. Nem comecei a resenha, mas já aviso que a leitura vale muito a pena. Com vocês, A Lista Negra, de Jennifer Brown.




A Lista Negra conta a história de Valeria Leftman, a Val. Uma das muitas vítimas de bullying que ocorre nas escolas norte-americanas. Ela namorava Nick Levil, um cara que curtia Sheakspeare e que também sofria bullying.
A trama começa no dia dois de maio de 2008, quando Nick abre fogo em vários estudantes no Colégio Garvin, onde todos estudavam. Tinha tudo pra ser mais um massacre, se não fosse por Val ter salvado Jessica Campbell, uma de suas bullers. Isso lhe custou um tiro na coxa. Passado o tiroteio – em que Nick se mata no fim – Val vai para o hospital, vivendo rodeada de cuidados para evitar um possível suicídio. Como se não bastasse, seu pai a culpava de tudo. Tudo, aliás, começou com uma lista.

A tal Lista Negra era um caderno – de capa vermelha, que ironia – em que Val anotava os nomes das pessoas que faziam bullying com ela. Seu erro foi ter compartilhado essa lista com Nick.
Um dia, no ônibus escolar, após mais um episódio de bullying, Christy, uma menina que adorava provocar Val, quebrou seu MP3 player, causando a fúria de Val. Imediatamente, Val comentou com Nick o que Christy tinha feito. Foi a gota d’água. Christy e seus amigos estavam na praça de alimentação. Nick fez como os atiradores: disse algumas palavras e em seguida começou o show de horror.

Daí pra frente, a vida de Val virou de ponta-cabeça: se afastou de tudo e todos e, o que é pior, nem seus pais acreditavam na melhora dela. O pai quer que ela se exploda e a mãe, que quem mais deveria ajudar... A favor dela, só mesmo o psicólogo, o único que acha que ela não vai se matar.

O que dizer desse suspense - segundo a autora é romance, mas, eu vejo que o romance ficou em segundo plano - que devorei em dois dias? Leiam! A trama te prende do começo ao fim, te leva ao encontro de Nick e Val, que tinham tudo para ser só mais um casal de estudantes, mas o bullying os impede de viverem suas vidas escolares. Sinceramente, achei pouco o que fizeram com os bullers. Parem para pensar: quem faz bullying é aquele que não tem base familiar, faz isso só para aparecer, digamos (aparecer não é o melhor verbo, mas não me veio outro à mente). Então, se os pais não ensinaram, a vida ensina. Mas ela cobra um preço alto demais.

Obviamente que sou muito contra massacres escolares, essa não é a forma correta de acabar com a violência escolar. Mas, já pararam pra pensar que nem todas as vítimas de bullying têm a quem recorrer? Assim como nos casos reais, inocentes foram mortos por Nick Levil. Ás vezes, os justos pagam pelos pecadores, o que acho muito triste. Torci para Val se dar bem durante a trama - um de seus apelidos era "irmã da morte" - fugir de seus pais que não se importam, da sociedade que não olha pra ela e até mesmo da saudade de Nick.

A Lista Negra é uma leitura para refletir, inclusive sobre como funciona a mente de um assassino, uma pessoa que calcula tudo, mas na hora de agir, usa o impulso. E os resultados são uma lástima. A Intrínseca está de parabéns, capa muito bonita, remete a um diário, tem uns relevos bem detalhados. Fonte confortável e times 14 patrocinam uma leitura prazerosa. Cada capítulo começa com uma breve reportagem - de Angela Dash, que não representa a classe jornalística - sobre o dia do massacre.

Leiam, apenas leiam. A Lista Negra é mais um instrumento para entender o bullying e suas consequências - para quem sofre e quem pratica. Muito recomendado. Espero que gostem da resenha e deixem suas opiniões - sem bullying, rs.


22 Comentários

  1. Uau ...
    Você me deixou super curiosa para ler esse livro !!
    Sua resenha tem tanta empolgação que até o adicionei em minha listinha .
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Acho interessante que esses livros tenham ganhado mais espaço. É bom para influenciar um pouco, ou ao menos deixar esses assuntos mais comentados. É triste que muitas pessoas ainda sofram bastante por bullying e afins

    vidaemserie.com

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto muito de livros nesse segmento,
    esse livro esta nos meus desejados,
    espero poder adquirir logo o meu
    e poder ler

    Mil beijocas
    ⋙ ♥ Blog Livros com café

    ResponderExcluir
  4. Oi
    Parece ser mesmo um livro bem interessante, embora eu não possa deixar de perguntar, ao dizer que:
    "A Lista Negra é uma leitura para refletir, inclusive sobre como funciona a mente de um assassino, uma pessoa que calcula tudo, mas na hora de agir, usa o impulso."
    Qual das perspectivas é abordada? Se for a de Val, qual o plano sequencia? Digo, o namorado se mata, ela tem os problemas, mas não se estabelece mais nenhum relação com a praticante de bullying que ela salvou? Mas a leitura parece ser muito boa
    quatroselos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Kamila, tudo bem? Livros que abordem o tema sempre me interessam. E gostei muito de saber sua opinião. Concordo que o problema está em quem pratica o bullying, afinal gente feliz não enche o saco. Esse livro já estava na lista do que queria ler e agora com a sua resenha, quero ainda mais. Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Imagino que não, considerando que você leu esse livro.

    Essa foi uma das minhas primeiras leituras do ano e, meu Deus, como eu chorei. Eu literalmente sofria enquanto passava as páginas e via como algumas pessoas podem ser cruéis quando consumidas pela dor. É um livro que, apesar de todo o sofrimento, tem uma mensagem muito importante, narrada de forma direta, para que o leitor realmente seja tocado por aquilo que está lendo.

    Fernanda Oliveira | Meraki

    ResponderExcluir
  7. Eu achei esse livro super legal.. Mesmo ainda não tendo lido. haha
    Mas gostei do tema abordado. Infelizmente é uma coisa que acontece e com uma certa frequência na vida real.
    Quero ler!

    Beijos
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi, Kamila.
    Caramba, que livro sensacional.
    Esse tema de bullying e massacre é bem sensível.
    Nos Estados Unidos isso parece quase natural, é cultural.
    É algo que não deveria acontecer, mas é a realidade de lá.
    To querendo muito ler esse livro.
    Você aguçou a minha curiosidade.
    Abraços.
    Diego || Diego Morais Viana

    ResponderExcluir
  9. Eu quero aprender com esse livro também!! Só vejo gente falando bem desse livro e olha que eu já li bastante coisa dele, agora só me falta lê-lo. Gosto muito de livros que eu não aguento largar

    ResponderExcluir
  10. Oi Kamila, eu tenho uma vontade imensa de ler esse livro, todo mundo me fala tão bem dele e o assunto abordado nele desperta muito minha curiosidade, tenho certeza que é uma leitura incrível!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  11. Adoro esse livro, aprendi muito com ele. Já leu os 13 porquês? é o meu preferido sobre o assunto!!

    Bju

    ResponderExcluir
  12. Oi Kamila!
    To doida pra ler esse livro desde o lançamento. Parece um livro interessantíssimo e trata de um tema complicado! Adorei sua resenha, espero amar o livro.
    Beijos

    Lumartinho.Blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oiii!

    Sempre achei essa capa muuuito boa!
    Não imaginava do que se tratava e fiquei extremamente boquiaberta! Adorei o tema, mas não sei se vou ler agora porque eu achei muito pesado para quem tá em uma sequencia de suicidios. Que raiva desse pai hein?
    Já estava na lista, agora preciso ler com urgencia!


    Beijinhos,
    entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  14. Olá chará!
    Caramba! Eu já tinha ouvido algum murmurinho sobre o livro, mas não sabia do que se tratava. Até agora e após ler a sua resenha corri pra colocar entre os meus desejados! Adoro tramas com bullying e pelo que já fiquei sabendo sobre a personagem eu já torço por ela. ^^
    PS: Você disse Intrínseca, mas quem publicou não foi a Gutemberg? rs

    Beijos
    Lendo & Apreciando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!

      Isso mesmo, é da Gutemberg. Obrigada por corrigir :)

      Excluir
  15. oii, no começo achei que era uma história essas comuns sobre bullying mas fiquei muito curiosa porque parece ser bem mais profundo, ótima dica, quero ler agora.

    http://poyozodance.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Ei Camila! Tudo bem?

    Então... bullying é um tema tão complicado né!?
    Confesso que nunca tinha ouvido falar de um livro que abordasse o tema dessa forma. Também acho que está mais pra drama do que pra romance,viu... Rs!
    Fiquei super interessada no livro! Vou colocá-lo em minha wishlist infinita! Rsrsrsr...

    Aproveitando a oportunidade, gostaria de convidá-la a nos fazer uma visita!
    Acabamos de ingressar no mundo "bloguístico literário" e adoraria saber sua opinião sobre nosso blog! E, melhor, adoraria que nos visitasse sempre! Espero por você! Vem dar pitaco com a gente! :D

    http://pausaparapitacos.blogspot.com.br/

    Beijos!
    Bom feriado!
    Fabíola Carvalhais.

    ResponderExcluir
  17. Uau! Primeira resenha que leio sobre esse livro e já causa impacto. Sou professora e lido com adolescente diariamente, sei que podem ser cruéis uns com os outros e as vezes elegem 1 entre todos para ser especialmente cruel com ele/ela. Como professora, converso, combato e as vezes também sou vitima, sim há adolescentes sem nenhuma noção de limites... Ninguém quer que uma tragedia com assassinatos e suicídio ocorra, é contra isso que nós lutamos, mas as vezes elas ocorrem e ai precisamos para e pensar sobre elas....

    Acho que livros assim valem muito a pena, mexem com a gente, nos fazem refletir e quem sabem até conscientizem muitos jovens.

    #DoQueEuLeio

    ResponderExcluir
  18. Olha tenho que confessar que até então eu não tinha parado ainda para ler uma resenha sobre esse livro, mas terminei de ler suas impressões e achei a estória interessante. Mas eu não sei se eu pegaria para ler, porque eu tenho receio que seja muito pesado pra mim sabe? EU gosto de leituras que me passam liçòes e que me fazem refletir, mas que não me deixe muito impressionada, porque se n fico com aquilo na cabeça e ai já viu né? Mas mesmo assim gostei de tudo que você abordou em suas impressões. Karamba...até a familia não dá bola pra menina? Fiquei extremamente surpresa. Ma isso acontece mesmo. E o pior que o bullying hoje em dia tá demais em todos os lugares. Mas enfim...eu gostei muito do que vc escreveu e espero poder ler um dia, mas queria te pedir uma coisa, vc poderia me dizer se o livro é muito forte? queria poder ter a oportunidade, mas se n for mto forte até puxo em ebook.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/09/resumo-do-mes-agosto.html

    ResponderExcluir
  19. Oi Kamila, tudo bem?
    Estou muito curiosa para ler esse livro, e isso já tem um tempo, mas sempre acontece algo e acabo não comprando ele. Parece ser uma leitura bem forte, por tratar de um assunto tão sério, e acho que todos deveriam ler, principalmente na escola.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Esse livro está na minha lista de desejados a um tempinho, já li várias resenha sobre e sempre que leio minha vontade de ler só aumenta. É um livro forte com um assunto forte que infelizmente as pessoas andam levando na brincadeira. Bullying é um assunto muito sério. E espero poder conferir a história no próximo ano. Parabéns pela resenha!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bem?

    Eu estou louco por esse livro, sua resenha maravilhosa só me deixou mais curioso, como se já não bastasse minha amiga me recomendando sempre esse livro.

    Beijos,
    http://marcasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Olá!!

Fortaleça este humilde blog, deixe seu comentário e seu link para eu retribuir sua visita!

Se quiser, entre em contato através do email resenhaeoutrascoisas@gmail.com :)