Olá!

Como sabem, adoro ler um romance internacional que saia do eixo EUA-Inglaterra e ler A Luz Entre Oceanos me foi uma grata surpresa. Para um primeiro romance, a australiana radicada em Londres M.L. Stedman não veio para brincadeira. Confiram minha resenha, já cientes de que não tenho palavras para descrever essa obra.
SKOOB - A Luz Entre Oceanos se passa no fim da Primeira Guerra Mundial, quando o ex-soldado Tom Sherbourne é designado para trabalhar como zelador de um farol na Austrália Ocidental. Os primeiros anos dele são tranquilos, sempre relembrando os horrores que viu e viveu na guerra.

Nesse meio tempo, ele conhece a jovem Isabel Graysmark, uma moça cheia de energia, que despertará em Tom os mais bonitos sentimentos. Eles se casam e, depois de três abortos sofridos, eis que um milagre chega ao casal Sherbourne. Um barco naufraga em Janus Rock, que é o farol que Tom trabalha. Dentro dele, um cadáver de homem e um bebê - uma menina - que Isabel toma para si imediatamente - mesmo a contragosto do marido.

O bebê - que recebeu o nome de Lucy - alegra a vida do casal, que não notificou ninguém sobre o barco. E claro que, assim, tudo ia bem na família, até que Tom descobre quem é a mãe de Lucy: uma mulher que conhecera décadas antes, por questões do momento. E Tom, que é conhecido por sua extrema honestidade, fica entre a cruz e a espada - deve ou não denunciar?

Gente, que leitura foi essa? Simplesmente encantada com a escrita da M.L! Em seu primeiro livro já mostra que não sabe brincar. A autora soube conceituar o que é família, amor, perdão, honestidade... Enquanto lia, me preocupei muito com Lucy. Ela foi amada e bem cuidada pelo casal Sherbourne, mas ela tinha uma mãe biológica. E, independente de quem você vai defender - Isabel ou a biológica - você vai sofrer, porque os dois lados vão te emocionar. Escolhi meu lado - e me surpreendi quando o que eu esperava não aconteceu. Foi um final justo? Isso cada um decide; no meu caso, chorei horrores, me deu até dor de cabeça, me emocionei demais.
Neste livro, Stedman vai mostrar que até mesmo uma boa ação tem sua consequência, isso porque, no fundo, você sabe que ela não deveria ter feito o que fez, ou seja, foi maravilhoso para ela, mas não para a outra, que foi atingida diretamente - pela perda.

Tom também tem seu paradoxo: foi condecorado por ter matado vários inimigos, mas também viu morrer vários colegas, além de civis, e nada pôde fazer para ajudar. Isso o incomoda bastante, tanto o fato de ter matado como o fato de não ter ajudado. Se algo está fora de sua honestidade, para ele, deixa de fazer sentido.

Fiquei abalada com o desfecho, a autora soube mexer com minhas emoções. A capa está condizente com a história, porém a Rocco perdeu a mãe na revisão, pois localizei vários erros de digitação. Mas não deixa de ser um livro lindo, fora do eixo EUA-Inglaterra, apesar de que, à época que a história se passa, a Austrália era uma colônia do Reino Unido.

E fiquei sabendo que tem até filme, lançado no Brasil no fim do ano passado, estrelado por Alicia Vilkander e Michael Fassbender.

Ah, só pra constar, M.L. Stedman ganhou uma fã.



21 Comentários

  1. Como já te disse uma vez, romance não é o meu gênero favorito, mas ter muitas coisas aí que atraíram minha atenção. Curto histórias que colocam essa ambiguidade entre o certo e o errado, e também acho uma boa buscar obras de outros centros, até para ter contato com outros tipos de narrativa.
    Ah, de depois de Battlefield 1 fiquei mais interessado na Primeira Guerra. Acho que eu leria :D

    ResponderExcluir
  2. Oiii
    Amo esses romances que se passam em alguma momento histórico importante. Acho que faz com que a gente veja a realidade das guerras pelo olhar dos mais interessados: os moradores que vivem no meio de tudo.
    ameei a dica. Já anotei por aqui
    bjoo

    ResponderExcluir
  3. Oiii Kamila tudo bem?
    Fico feliz que tenha gostado tanto assim da obra, não vejo outra alternativa para mim do que não ler, sei que me encantaria assim como você, linda edição <3
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Eu não os muito de ler Romances, li poucos na minha vida. Mas eu amo um trama que tenha planos de fundo fatos históricos e principalmente as Grandes Guerras. Achei a premissa muito interessante e todos os seus elogios me deixaram bem empolgado para saber mais da história. Dica anota e até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, Kamila
    Vou assistir esse filme em breve. Fiquei sabendo do livro depois que vi a estreia do filme.
    Nossa, parece que o livro também cumpre a carga dramática da estória. Adorei saber que a leitura é tão boa e emocionante assim. Quero ler.

    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  6. A capa é super instigante... faz a gente ficar refletindo. MAs acho que vou preferir o filme nesse caso, parece que será mais dramático!

    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Tenho a mesma dificuldade que você de fazer uma resenha de um livro que eu tenha gostado tanto, ou eu não sei descrever da forma que eu gostaria ou eu escrevo muito. Mas a sua resenha ficou ótima e deu uma instigada no leitor.

    memoriasdeumaleitora.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Kamila,
    Me vu agora chorando ao ponto da cabeça doer, hahahah.
    Menina, esse livro com certeza entra na minha lista. Gosto bastante de leituras com esse enredo.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  9. Olá! Nossa, que história comovente e claro que vou ler. É complicado saber que lado tomar, só lendo para saber. Com toda certeza vou me emocionar muito! Vou anotar o nome, beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi Ka, tudo bem??
    Percebi o quanto o livro mexeu contigo... eu adoro essa sensação... quando um livro mexe com as nossas emoções e nos pega de jeito. Eu achei a premissa bem interessante, parece um livro carregado de sentimentos e reflexão. Escolher um lado não é fácil, ainda mais quando a autora consegue nos surpreender... que bom que a leitura fluiu pra ti e fez você sentir o que história quis contar. Xero!

    ResponderExcluir
  11. Olá,

    Desde que soube desse lançamento, que o almejo. Infelizmente, ainda não li, mas vontade é o que não falta. Normalmente não curto ler histórias que se passam na guerra, porém achei a premissa desse livro maravilhosa e quero muito conhecer essa história melhor.

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Essa é a primeira resenha que leio desse livro, mas, já tinha lido a sinopse e me interessado bastante e que satisfação saber que vc gostou é mais um motivo pra ler. O problema que na Amazon o livro em e-book tá quase o preço do físico, vou esperar mais um pouquinho pra comprar, talvez um cupom de desconto rs mas com certeza vou ler!
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Olá Kamila,
    É um livro que se passa na guerra? Então já quero.
    Adorei conhecer suas impressões e fiquei contente que esse livro seja mesmo o que eu esperava dele. Adoro esses paradoxos que os personagens tem e fiquei, particularmente, intrigada com Tom.
    Super anotei a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oie Amore,

    Que capa delicada... Não conhecia nem o livro e nem a autora, mas tantos foram os elogios feitos por ti que fiquei bem tentada a ler pra ser sincera.
    Adoro livros que mechem com minhas emoções, por isso, já estou anotando a dica por aqui!


    Beijoka!

    ResponderExcluir
  15. Oiii!!

    Esse livro é lindo! A autora é muito experiente para quem está apenas no primeiro livro!
    Eu estou querendo assistir a adaptação!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  16. Olá!!!
    Eu nunca ouvi falar desse livro, nem da autora, nem do filme, estou surpresa hahaha.
    A história parece interessante, gosto quando o leitor precisa "escolher" um lado e fica dividido, sinal que o livro é bom.
    Anotei a dica :)

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  17. Oi!!
    Nossa que história linda, um tanto dramática, mas em que coisas boas acontecem.
    Eu gosto de leituras como essa, pelo visto o livro causa muita emoção em quem lê, eu fiquei bem curiosa em saber o que acontece.
    Não conhecia esse livro, vou colocá-lo na minha lista de desejados.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  18. Oi Kamila, como é bom nos surpreender com as tramas e quando conhecemos uma escritora nova que mostra que tem competência no assunto isso é fascinante!
    Gostei demais da sua resenha e como amo romances o enredo me encantou e claro que investirei na obra.
    A Rocco precisa investir mais e prestar mais atenção na revisão de seus títulos.

    Bjo
    Tânia Bueno
    Faces da Leitura

    ResponderExcluir
  19. Olá! Adorei esse livro, estou voltando naquela vibe de ler romances, gostei de saber que tem filme lançado. Já está na minha lista, mas não sei quando vou ter condições em ler.

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bem? Adoro livros assim. Confesso também que amo histórias fora do eixo tão aclamado. E ainda mais se passando no Fim da Primeira Guerra Mundial. Dica super anotada!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Olá! Engraçado que eu ouvi falar do filme antes de saber que era inspirado em um livro. Ainda não sabia muito sobre a trama, muito obrigada por me ajudar a entender o que se passa. E é uma situação bem delicada porque, não importa o que se faça, alguém sofrerá no final. Deve ser uma leitura bem intensa. Vou pesquisar mais um pouco. Abraços!

    ResponderExcluir

Olá!!

Fortaleça este humilde blog, deixe seu comentário e seu link para eu retribuir sua visita!

Se quiser, entre em contato através do email resenhaeoutrascoisas@gmail.com :)