Olá!

Quem aí gosta de um livro infantil? Eu adoro, apesar de não lê-los com tanta frequência. Mas, depois que eu descobri que Píppi Meialonga foi a inspiração de Stieg Larsson para criar Lisbeth Salander, eu precisava mesmo saber quem é essa menina de tranças espetadas e desbocada, criada pela sueca Astrid Lindgren para sua dar de presente para sua filha, em seu aniversário de 10 anos. Conheçam Píppi e saibam o que ela foi fazer nos Mares do Sul.
Píppi Meialonga é um personagem icônico na Suécia. Guardadas as devidas proporções, ela está para o país escandinavo assim como a Mônica está para nós brasileiros e a Mafalda para os argentinos. Assim como a brasileira e a argentina, ela é independente e não tem papas na língua. A diferença é que mora sozinha e tem uma mala cheia de moedas de ouro.

Ela, que é a pessoa mais famosa de sua cidade, mora na Vila Vilekula (esse é o nome da casa dela), que fica numa cidade minúscula. Seus vizinhos são Aninha e Tom, além do seu cavalo e de seu fiel escudeiro, o macaquinho Sr. Nilson. Píppi, Aninha e Tom são os melhores amigos, sempre caçando algo pra fazer, até que chegamos a este livro.

Um senhor distinto chega à cidade, cujos atrativos são apenas o túmulo Viking, o museu de arte popular... e a Vila Vilekula. E o tal homem se interessa, de repente, pela casa de Píppi, que, totalmente alheia, está pulando amarelinha. Até que eles empreendem uma conversa que, claramente, foi vencida por Píppi, que, aliás, é muito forte, tanto que jogou o senhor distinto para fora de sua propriedade - velha e mal cuidada, inclusive.
Os mares do sul, propriamente ditos, só vão aparecer quando Píppi recebe uma carta de seu pai, o capitão Efraim Meialonga, convidando-a para ir à ilha onde ele era rei, no Sul. A ilha em questão chama Currecurredutina. Tom e Aninha, a princípio, ficam muito tristes, mas quando ela avisa que os amiguinhos vão também, eles ficam eufóricos. E nessa ilha cheia de mistérios e de uma população exata de 126 habitantes, Píppi Meialonga e seus amigos aprontam altas aventuras.

Meu interesse por Píppi Meialonga surgiu enquanto lia a biografia de Stieg Larsson. Sim, ele tem uma biografia, publicada aqui pela Companhia das Letras. E o biógrafo do pai da trilogia Millennium conta que algumas características de Píppi foram importantes para a criação de Lisbeth Salander. Aliás, Lisbeth surgiu quando Stieg pensou em como seria Píppi Meialonga na idade adulta. Inclusive, nos livros Millennium é possível ver várias referências do mundo de Lindgren no mundo de Larsson, como, por exemplo, o fato de que Lisbeth odeia ser chamada de Píppi Meialonga...
Então, procurando conhecer quem é essa menina de tranças ruivas espetadas e sardas no rosto que sempre tem uma resposta na ponta da língua e não frequenta a escola, comecei a procurar os livros dela. E até o momento, dos cinco livros da Píppi que o selo Cia. das Letrinhas publicou no país (a editora publicou oito obras de Astrid no total), consegui dois. E sim, são livros voltados para as crianças, principalmente àquelas que acabaram de se alfabetizar. Mas a mensagem que Astrid mostra deve ser lida por todos, por isso que, de vez em quando, vale a pena mergulhar - ou navegar - pelos mares da literatura infantil, até porque a criança que existe em cada um de nós continua viva, só está escondida em uma grossa camada de realidade...

P.S.: pra quem reclama dos nomes esquisitos que alguns personagens literários têm, não é possível que vocês reclamem também do fato de que os amigos de Píppi se chamem Tom e Aninha. Originalmente, eles são Tommy e Annika.

P.S.: música do seriado de TV de Píppi, exibido nos anos 60. A voz é da própria Astrid Lindgren, segundo pesquisas.



40 Comentários

  1. Oi, Kamila!
    Como assim essa personagem foi a inspiração para Lisbeth???? A trilogia Millennium é uma das minhas séries favoritas e, claro, muito devido a Lisbeth, um dos melhores personagens já construídos.
    Preciso ler esse livro agora!
    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  2. Livros infantis são sempre uma gracinha né? Quando vem com uma mensagem legal são melhores ainda. Eu não leio muitos, até porque não tenho crianças por perto, nem filhos nem nada, então seriam livros que ficariam encalhados nas minhas prateleiras, mas também gosto bastante de dar uma olhada às vezes.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  3. Que interessante! Nunca ouvi falar da Píppi, mas não tem como ignorar sua resenha quando a compara com Mônica e Mafalda. Nunca pensei em conhecer um personagem icônico para a Suécia. Isso me soou interessante, principalmente pela força e irreverência da Píppi. Anotarei a dica, especialmente depois da sua menção sobre Píppi ter inspirado o autor de Millennium.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Ahh que coisa mais legal, eu gosto muito de ler livros infantis de vez em quando, e acho que esse deve ser bem interessante por ser sueco e nos dar uma imagem de como deve ser a infância por lá, fiquei curiosa com o livro

    ResponderExcluir
  5. Oiii
    Eu já conhecia a Pippi de ouvir falar. Acho que já vi alguma coisa dela no meio dos livros do meu irmão, mas não sabia que ela era esse coisinha fofa e sem papas na língua... rsrs
    Ameei essa capa rosa bem discreta. kkkk
    Bjooo

    ResponderExcluir
  6. Oi, eu fiquei bem confusa quanto a história de Pippi, mas gostei do fato dela ser inteligente e não ter papas na língua. Acho que isso foi o que mais me deixou curiosa em relação a história.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro, mas adorei essa edição com capa rosa e bem caprichada (com ilustrações). Não costumo ler livros infantis, mas acho de suma importância para incentivar a leitura das crianças.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Kami! Tudo bem??

    Menina, mas você gosta mesmo dessa série rsrs Eu li há um tempão os dois primeiros livros e parei um pouco antes da metade do terceiro. Ela é muito interessante e inteligente. Nem tinha me atentado que a Lisbeth não gostava de ser chamada desse jeito. Enfim, foi bom conhecer mais um pouquinho sobre ela. Vendo essa resenha e a sua foto nova de blogueira, me veio alguns pensamentos da série e vontade de terminar o último livro. Vou assistir ao segundo filme na versão não americana só pra recordar um pouquinho pra não ter que ler tudo novamente kkkk Mas se bem que a história ficou bem guardada comigo esses anos todos. Ela realmente me cativou. Beijos,

    www.estranhoscomoeu.com

    ResponderExcluir
  9. Oie
    Gosto de ler livros infantis, também :)
    Legal vc falar sobre essa curiosidade sobre a personagem de Stieg Larsson.
    Pipi e seus amigos aprontam bem heheh já li um livro tem um tempão. Achei muito legal.
    Vou anotar a dica.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá! Estou maravilhada com os detalhes que você revelou e de como referências na infância podem ter influências tão distintas. Eu gosto de livros infantis, mas reconheço que tenho pouco conhecimento sobre a literatura sueca. Pelo visto, preciso pesquisar mais! Muito interessante o seu texto e obrigada pela indicação! Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Comecei a ler a resenha pensando "pow, eu conheço essa personagem de algum lugar" e daí veio o detahe da trilogia Millenium e no final tem o seriado! Sabia!!! Não sabia de algumas coisas, como o fato de ser a Mônica Sueca. Mas achei o livro muito bacana e criativo. O fato de aportuguesar os nomes dos coleguinhas não ficou ruim. Mas particularmente acho os originais mais bonitos. Obrigada por mais conhecimento! ;)

    ResponderExcluir
  12. Olá
    Nossa, apesar de se tratar de um livro um tanto quanto antigo, eu nunca ouvi falar neles. Achei. A resenha bem bacana pois eu amo de mais livro voltado para o público infantil e juvenil. Fico feliz que tenha sido ótimas leituras e que você consiga ele os demais. Dica está anotada e espero ler em breve. Até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. A Píppi mora sozinha como assim? Ela não é criança? Adoro histórias infantis, acho que livros que são feitos para crianças tem uma magia muito maior, a essência é perfeita. Já ame a Píppi de cara, só por saber que ela tem uma mala cheia de moedas, adoro moedas e também guardo todas que pego no durante o dia rs
    Gostei muito da resenha e de conhecer a Píppi.
    Beijos
    http://www.livrofilia.com/

    ResponderExcluir
  14. Olás!

    Eu sou a chata dos nomes sim! E vou continuar sendo. Dependendo da obra quebra totalmente o ritmo de leitura e isso acaba com o clima de leitura.
    Conheço a Pipi mas nunca li nada dela, gostei bastante de conhecer sobre o enredo ;)

    beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Olá linda,

    Lisbeth é a personagem feminina que mais amo e que me inspira demais. Não conheço nenhuma personagem mais forte e determinada como ela e foi por causa dela que estou lendo a série completa e fiquei louca em saber que os livros que inspiraram as características de personalidade estão publicados por aqui.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Olá, Kamila!
    Não conhecia a Píppi. (Talvez porque eu não me interesse muito por livros infantis.) Mas diante do seu entusiasmo e da comparação com Mônica e Mafalda, uma luzinha se acendeu dentro de mim! Deve ser pura fofura.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  17. Olá!Não conhecia os livros e fiquei encantada pela história. A Pippi aparenta ser bem expressiva e não tem medo de se expressar e isso me chamou bastante atenção. É possível tirar boas lições de livros infantis. Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Já tinha ouvido o nome da personagem em algum lugar mas não sabia que se tratava de uma personagem de livro infantil, muito menos que tinha inspirado a protagonista de uma grande série. Achei a Pipi bastante interessante mas o que me atraiu mesmo foi a sua comparação com a Mônica, uma personagem que eu adoro, por isso vou procurar saber mais sobre Pipi e seus livros.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Oiee Kamila ^^
    Não sabia que havia uma biografia do Stieg *-* gosto bastante dos livros dele, fiquei chocada/impressionada/encantada/surpresa quando li a trilogia Millenium, e sempre tive curiosidade de saber como foi que a Lisbeth "nasceu". Quero ler esse livro agora...haha' e olha que nem gosto muito de livros infantis.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    QUE LIVRO MAIS FOFO!
    Adoro livros infantis, me interessei muito por ele!
    beijos!

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bem?
    Que fofura de livro, anotei a dica!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  22. Oi, Kà.
    Sou apaixonada por livros infantis e tenho muita vontade de ter toda a coleção da Pippi na estante! Acho um clássico!!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  23. Ah que amor, gosto muito de livros infantis, são sempre uma graça né? A história parece ser muito fofa e já quero ler pra minha irmãzinha!

    MEMÓRIAS DE UMA LEITORA

    ResponderExcluir
  24. Oi, Kamila!
    O nome da personagem é vagamente conhecido na minha memória, mas que legal conhecê-la um pouco mais em sua resenha. E que curioso justamente uma personagem infantil inspirar a criação de uma personagem tão destemida e forte da literatura como a Lisbeth; não li a trilogia, mas é visível o nível da coisa toda, que demais! =D E realmente dar uma conferida em leituras mais infantis de vez em quando é sempre bom; resgatar um pouco daquela inocência e imaginação fértil inerentes à fase. Valeu a dica!
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
  25. ilustracoes incriveis, nao fazia ideia de quem era pippi kk , uma leitura agradavel para se ler junto a um sobrinho, filho ... acompanhando a leitura

    ResponderExcluir
  26. Confesso que não sou fã de livros infantis... Juvenis sim, adoro, mas dificilmente me envolvo com uma obra direcionada realmente para crianças. Mas se existiu essa inspiração da Lisbeth na Píppi, com certeza é o suficiente para eu abrir uma exceção e conhecer o enredo.

    ResponderExcluir
  27. Eu gosto de livros infantis, eles me permitem momentos de leveza após dias turbulentos.
    Este eu ainda não conhecia, acredita? Assim como também nunca li Millenlium :O

    Acho que por causa da Pippi vou acabar lendo a série heheeh

    ResponderExcluir
  28. Olá
    Não conhecia o livro, mas só de dizer que Lisbeth foi criada a partir dela já me deu uma imensa vontade de conhecer a Pipe. Adoro a Lisbeth e os livros do Stieg.
    Adorei essa resenha
    Beijuh

    ResponderExcluir
  29. Olá tudo bem?
    Livros infantis são sempre tão fofinhos né? E esse não parece ser diferente. Adorei os desenhos da menininha. Livros desse tema nos propõe momentos de tranquilidade e descontração após uma leitura turbulenta, ainda não tive a oportunidade de ler nenhum livro infantil mas já gostei esse. Eu nunca li Milenium, mas não me julgue por favor kk
    Adorei a resenha!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  30. Eu amo livros infantis, mas também leio pouco... ):
    Não conhecia as obras, a personagem, nem nada. Fiquei interessada em conferir, adoro leituras assim, leves. Achei demais ela ser comparada a Mônica e Malfada, são duas personagens que eu adoro! rsrs
    Achei essas edições muito lindas, e já vou adicionar nos desejados!
    beijos

    ResponderExcluir
  31. Olá Kami!!
    Confesso que não leio infantos faz um bom tempo, e também confesso ser a extraterrestre que não leu a série Milenium kkkkkk tenho um dos volumes mas Ainda não consegui executar a leitura.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  32. Olá, tudo bem? Nossa esse livro parece ser bem fofinho. Adorei saber a personalidade da personagem, gosto de protagonistas assim. Quem sabe eu leia futuramente?
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  33. Eu como tenho um vicio maluco de assistir programas sobre concursos de beleza infantis já conhecia a personagem de um jeito inusitado, as garotinhas sempre queriam se fantasiar dela kkk, não sabia que era uma personagem de livro, amo livros infantis e super leria.

    ResponderExcluir
  34. Oie!!
    Nossa que livro mais fofinho, mas confesso que eu tenho um problema bem chato em relação a esse tipo de livros, não curto sabe...
    Por isso, acho que hoje a sua dica não é pra mim não

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  35. Oi Kamila, sua linda, tudo bem?
    Cresci lendo Mônica, e a Mafalda me perseguiu no Vestibular, toda prova tinha uma tirinha dela, risos... Não conhecia a Pippi, mas se ela se compara as anteriores, tenho certeza de que irei me encantar por ela também. Fiquei impressionada por ela ter sido inspiração para compor o personagem Lisbeth Salander e por ter referências dela na trilogia Millennium. Vou anotar a dica com com certeza!!! Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  36. Eu amo viajar por estes livros infantis, sempre é bom para diversificarmos a leitura e trazer personagens gostosos para nossos dias. Ainda não conhecia o livor, mas ver como a personagem inspirou para a criação de outros, me deixa bastante curioso pela leitura dele.

    ResponderExcluir
  37. Não sou muito de ler livros infantis. Faz muito tempo que li um livro assim e até sinto falta. Ainda não conhecia o livro, mas parece uma boa leitura para indicar aos meus sobrinhos.

    ResponderExcluir
  38. Olá!
    Eu realmente achei que conhecia esse livro do seriado mesmo hahaha Não tenho o costume de ler livros infantis, até porque não tenho crianças em casa, mas esse me chamou muito a atenção porque já conheço a personagem. Gostei muito da resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  39. Olá,
    Eu não conhecia o livro e achei bem interessante o fato dele ter inspirado a personagem da trilogia Milennium. Fiquei bem curiosa porque realmente parece ser uma história muito legal de ser lida.
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  40. Ola Kamila lindona adorei a capa do livro, adoro histórias como essa, não conhecia o livro e achei muito interessante o fato da menina ser a inspiração para uma personagem tão marcante. Parabéns por ir atrás e pesquisar sobre o livro nos trazendo essa dica maravilhosa. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir

Olá!!

Fortaleça este humilde blog, deixe seu comentário e seu link para eu retribuir sua visita!

Se quiser, entre em contato através do email resenhaeoutrascoisas@gmail.com :)